Comunicados de imprensa

COCAÍNA, ANFETAMINAS, ECSTASY E CANNABIS: ÚLTIMAS TENDÊNCIAS

Cocaína torna-se a droga estimulante preferida de muitos jovens europeus

(24.11.2005 LISBOA)

A cocaína está a ganhar protagonismo no panorama da droga europeu, informa hoje a agência da UE de informação sobre droga (OEDT) no seu Relatório anual 2005 sobre a evolução do fenómeno da droga na Europa, lançado em Bruxelas. Os indicadores relativos ao tráfico e ao consumo de cocaína apontam de forma inequívoca para um aumento da importação e do consumo desta droga e há cada vez mais provas de problemas de saúde com ela relacionados.

De acordo com estimativas do OEDT, cerca de 9 milhões de europeus (3% da população adulta) já consumiram cocaína. É provável que entre 3 e 3,5 milhões (1% da população adulta) tenham experimentado a droga no último ano, e cerca de 1,5 milhão (0,5% da população adulta) são classificados como consumidores actuais, tendo consumido a droga no último mês. Este consumo verifica-se principalmente entre os jovens adultos (15–34 anos), sobretudo do sexo masculino, e residentes nas zonas urbanas.

O consumo de cocaína varia consideravelmente entre os países, estimando-se, a partir dos resultados da maioria dos inquéritos nacionais, que 1% a 11,6% dos jovens europeus já experimentaram esta droga e que 0,2% a 4,6% a consumiram nos últimos 12 meses.

Comunicados de imprensa em formato PDF

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Comunicados de imprensa em formato Word

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Outros links úteis

Figure 25: Recent (last year) use of cocaine among young adults (15–34 years old) in Europe and the USA

Figure 8: Trends in recent use (last year) of amphetamines among young adults (aged 15–34), measured by population surveys

Figure 9: Trends in recent use (last year) of ecstasy among young adults (aged 15–34), measured by population surveys

Figure 4: Trends in recent use (last year) of cannabis among young adults (aged 15–34), measured by national surveys

DOENÇAS INFECTO-CONTAGIOSAS, CONSUMO PROBLEMÁTICO DE DROGA E MORTES RELACIONADAS COM O CONSUMO DE DROGA

Contactos heterossexuais ultrapassam consumo de droga injectada nos novos casos de SIDA

(24.11.2005 LISBOA)

Os contactos heterossexuais ultrapassaram já o consumo de droga injectada como via mais comum de propagação da SIDA, adverte hoje a agência da UE de informação sobre droga (OEDT) no seu Relatório Anual 2005 sobre a evolução do fenómeno da droga na Europa, lançado em Bruxelas. Enquanto que até ao ano de 2001, a maioria dos novos casos de SIDA registados na UE podia ser atribuída ao consumo de droga injectada, os dados mais recentes revelam que a transmissão heterossexual é, neste momento, responsável pela maioria dos casos (1).

Um factor que muito contribui para esta situação, no entender do OEDT (2), é o maior acesso dos consumidores de droga injectada (CDI) seropositivos a um tratamento anti-retroviral altamente activo (HAART)*. Mais de 75% das pessoas que necessitam deste tratamento têm acesso a ele, na maior parte da Europa Ocidental, embora nos Estados Bálticos a sua disponibilidade continue limitada. Na Letónia, por exemplo, entre os CDI já infectados com o VIH, os casos de SIDA aumentaram significativamente nos últimos anos, indicando que é necessário melhorar o acesso ao HAART (3).

Comunicados de imprensa em formato PDF

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Comunicados de imprensa em formato Word

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Outros links úteis

Figure INF-2: AIDS cases by transmission group and year of diagnosis (1987 to 2003) adjusted for reporting delays, EU

Figure INF-1: AIDS cases among IDUs by country (WHO European Region) and year of diagnosis (1982 to 2003) adjusted for reporting delays

Figure DRD-8: Long term trend in acute drug-related deaths in the EU, 1985 to 2003

MAIS DE MEIO MILHÃO DE EUROPEUS RECEBEM ACTUALMENTE TRATAMENTO DE SUBSTITUIÇÃO

Aumento significativo dos serviços de tratamento da dependência de opiáceos, mas a disponibilidade de tratamento ainda é desigual

(24.11.2005 LISBOA)

O número total de utentes em tratamento de substituição na Europa ultrapassou a fasquia do meio milhão, afirma a Agência da UE de informação sobre droga (OEDT) no seu Relatório Anual 2005 sobre a evolução do fenómeno da droga na Europa hoje lançado em Bruxelas.

Segundo a Agência, o número de utentes aumentou sete vezes na última década, sendo, neste momento, 530 000, pelo menos, os que recebem tratamento de substituição em 28 países (UE-25, Noruega, Bulgária e Roménia) quer em unidades especializadas quer através de médicos de clínica geral. E estima-se que entre um quarto e metade dos consumidores problemáticos de opiáceos poderão estar a receber este tipo de tratamento.

Comunicados de imprensa em formato PDF

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Comunicados de imprensa em formato Word

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Outros links úteis

Figure 4: Breakdown of medically assisted treatment (MAT) including high-dosage buprenorphine treatment in Europe (EU Member States, Bulgaria, Romania and Norway)

EVOLUÇÃO RECENTE DAS POLÍTICAS E DA LEGISLAÇÃO NO DOMÍNIO DA DROGA

Preocupação crescente com o impacto do consumo de droga nas nossas comunidades

(24.11.2005 LISBOA)

Em muitos países europeus aumenta a preocupação causada pelo maior impacto do consumo de droga nas comunidades em que vivemos, afirma hoje a agência da UE de informação sobre droga (OEDT) no seu Relatório anual 2005 sobre a evolução do fenómeno da droga na Europa.

Numa análise específica da perturbação da ordem pública relacionada com a droga, o OEDT aponta para uma nova tendência das políticas de controlo da droga a de concentrarem, não só na redução do consumo das drogas ilegais, mas também nos comportamentos associados a esse consumo e que têm um impacto negativo no conjunto da comunidade.

“Os comportamentos, situações e actividades associados à perturbação da ordem pública relacionada com a droga já existem há muito na maioria dos Estados-Membros, nos países candidatos e na Noruega, não constituindo, portanto, um fenómeno novo”, afirma a Agência. “Nova é a tendência crescente dos decisores políticos de alguns países para os agrupar sob um conceito central e tratá-los no âmbito das estratégias nacionais de luta contra a droga”.

Comunicados de imprensa em formato PDF

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Comunicados de imprensa em formato Word

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

RELATÓRIO ANUAL 2005: DESTAQUE PARA A CRIMINALIDADE E A PRISÃO

A maior parte dos países da UE regista um aumento das infracções à legislação em matéria de droga

(24.11.2005 LISBOA)

As violações da legislação em matéria de droga (“infracções à legislação em matéria de droga”) têm aumentado na maioria dos 25 Estados-Membros da UE e na Noruega desde os finais dos anos 90, assinala a agência da UE de informação sobre droga (OEDT) no seu Relatório Anual de 2005 sobre a evolução do fenómeno da droga na Europa, tornado hoje público em Bruxelas (1).

Segundo o OEDT, esta tendência crescente em 20 países ao longo do período de 1998 a 2003 é particularmente significativa na Estónia e na Polónia, países onde as infracções à legislação em matéria de droga notificadas decuplicaram e triplicaram, respectivamente (2). Porém, nalguns países, como é o caso da Bélgica, da Espanha, da Itália, de Malta, da Áustria e da Eslovénia, registou-se um declínio deste tipo de infracções em 2003.

Comunicados de impressa em formato PDF

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Comunicados de impressa em formato Word

ES | CS | DA | DE | ET | EL | EN | FR | IT | LV | LT | HU | NL | PL | PT | SK | SL | FI | SV | BG | RO | NO

Outros links úteis

Table DLO-1 part (i). Number of reports for drug law offences, 1995 to 2003